QUEM SOMOS ?

Somos um dos frutos mais importantes da renovação conciliar. Uma realidade completamente nova, desejada pelo Concílio Vaticano II, que, na Presbyterorum Ordinis, nº10, diz:

"Lembrem-se os presbíteros que devem ter a peito a solicitude de todas as Igrejas... E, onde o exigirem razões de apostolado, aplainem-se os caminhos não apenas à adequada distribuição de presbíteros, mas também às obras pastorais especializadas, em favor dos diversos grupos sociais, que devem ser levadas a termo em alguma região ou nação ou em qualquer parte do mundo. Para tal fim poderão ser criados utilmente alguns seminários internacionais, em Beneficio de toda a Igreja, segundo normas a serem estabelecidas e resguardando os direitos do Ordinário do lugar." (PO 10).


No ano de 1991, a Comissão Internacional, formada pelo Papa João Paulo II para resolver a grave carência de sacerdotes em muitas partes do mundo, reconheceu que "esta ideia do Concílio achou atuação nos Seminários Redemptoris Mater que preparam presbíteros para a Nova Evangelização, segundo o programa do Caminho Neocatecumenal... Dar-se-ia, assim, atuação a uma nova forma de ministério: o missionário diocesano" (L’Osservatore Romano, 15/03/1991).

Os Seminários Redemptoris Mater não são seminários do Caminho Neocatecumenal, mas, como os ‘Estatutos’ e a ‘Regra de Vida’ dizem, são verdadeiros seminários diocesanos, que dependem do Bispo. Os alunos deste Colégio recebem a mesma formação teológica de outros Seminários diocesanos. Fazem um ano de pastoral nas Paróquias como Diáconos e dois anos na Diocese como Presbíteros, antes que o Bispo possa enviá-los em missão. Mas se o Bispo tem urgências em alguma região particularmente difícil de sua Diocese, pode dispor destes presbíteros, dado que foram ordenados sem qualquer condição.


Uma característica destes Seminários Redemptoris Mater é a internacionalização, que faz visível de maneira concreta a nova realidade anunciada pelo Cristianismo, na qual não há mais nem judeu, nem branco, nem negro, mas uma nova criação, um homem celeste, que mostra a natureza desses Seminários para todo o mundo, até os confins da terra. A experiência tem demonstrado que unir a formação presbiteral a um itinerário de iniciação à vida cristã, como é o Caminho Neocatecumenal, constitui uma grande ajuda para o amadurecimento psicológico, afetivo e humano dos candidatos (antes de serem presbíteros, são cristãos e, no caminho da fé, aprendem a comunhão, a obediência, a oração, o sentido da cruz, etc.). E, também, sobretudo, alia a missão ao serviço da Paróquia, já que o Caminho Neocatecumenal é um tempo de formação que se realiza na própria Paróquia como comunidades vivas, adultas e missionárias, unidas ao pároco e ao Bispo.


Mitra Arquidiocesana de Brasília
D E C R E T O - 07/90

A Igreja Arquidiocesana de Brasília, malgrado ter apenas trinta anos de existência, mas consciente de seu dever missionário e sensível ao apelo de João Paulo II no começo de seu pontificado - «Não tenhais medo de acolher Cristo e de aceitar o seu poder! E ajudai o Papa e todos aqueles que querem servir a Cristo e com o poder de Cristo servir o Homem e a Humanidade inteira» - acolhe com entusiasmo o convite para uma Nova Evangelização. Nova em seu ardor, nova em seus métodos, nova em sua expressão (João Paulo II, aos Bispos do CELAM, Haiti, março de 1983).

Com alegria vê surgir na Arquidiocese, como sinal da presença do Espírito Santo em sua vida, inúmeras Comunidades Neocatecumenais, cheias de ardor missionário.

Por isso, depois de havermos refletido e orado, pedindo as luzes do Espírito Santo de Deus sobre a proposta de erigir um Seminário Arquidiocesano Missionário, em Brasília, com vocações para o presbiterato surgidas do Caminho para a específica tarefa de levar o Evangelho aos países que se encontram afastados das antigas raízes cristãs e para responder ao apelo do Santo Padre, com o presente Decreto

Erigimos o Seminário Missionário Arquidiocesano «Redemptoris Mater», sob a proteção de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, padroeira do Brasil e da nossa Arquidiocese.

O Seminário será regido com Estatutos próprios e por uma Regra de Vida anexa ao presente Decreto.

Dado em Brasília, na Festa de Nossa Senhora de Guadalupe, Padroeira da América Latina, no dia doze de dezembro do ano do Senhor de mil novecentos e noventa.

História

Durante visita à cidade do Vaticano, Dom Falcão teve a oportunidade de visitar o Seminário Redemptoris Mater de Roma, onde sentiu a necessidade premente de formar presbíteros missionários para a Nova Evangelização.

FOTO ANUAL

Cada ano no Seminário é diferente: uma turma nova de seminaristas ingressa, enquanto outros continuam sua etapa formativa, além de não contar com os que já concluíram e foram ordenados no ano anterior.

Localização

O Seminário Missionário Arquidiocesano Redemptoris Mater de Brasília é um dos frutos mais importantes da renovação conciliar. Uma realidade completamente nova, desejada pelo Concílio Vaticano II, que prepara presbíteros para a Nova Evangelização.

Padroeiro

Aos oito anos de idade, Martinho se tornou aprendiz de barbeiro-cirurgião, duas profissões de respeito na época, aprendendo numa farmácia algumas noções de medicina. Assim estava garantido o seu futuro e dando a volta por cima na vida.

COMPARTILHE !

VEJA TAMBÉM !

CONTATO

Caso queira entrar em contato com o Seminário, tirar dúvidas ou conhecer-nos é fácil, basta que preenchas todos os campos abaixo. Será um prazer responder-te. Ver mais

PADRES ORDENADOS

Como sublinha o concílio, "o dom espiritual que os presbíteros receberam na ordenação uma preparação não para uma missão limitada e restrita, mas para uma imensa e universal missão de salvação até aos últimos confins da terra, dado que todo e qualquer ministério sacerdotal participa da mesma amplitude universal da missão confiada por Cristo aos Apóstolos". Clique aqui para ver a turma dos padres.

Padre: Pe. Gilvan Lima de Medeiros
Ordenação: 28/06/2014
Seminário Redemptoris Mater todos os direitos reservado. Desenvolvido por Brclick.